sábado, 16 de agosto de 2008


Poema que fiz e inspirou o nome deste blog. Escrito em 2002, só não lembro a data direito.

O Novo, O Velho e O Amanhã

O novo, o velho e o amanhã.
Quando o novo envelheceu
O novo, o velho e o amanhã
Se não, quem serei eu?

O velho foi e não voltou
Pediu para ir e não voltar
O velho veio e se acabou
Pediu a Deus para se calar

O novo veio e não ficou
Olhou para os lados a chorar
O novo veio e nem chegou
Já era a hora de mudar

O novo, o velho e o amanhã
Mudando tudo menos eu
O amanhã, o velho e eu.
Queria tudo e o mais novo

E o amanhã se recriou
E sem o Sol amanheceu
Não viu o velho e chorou
Perdeu o novo e se escondeu

Um comentário:

Rodrigo Foca disse...

fala!! parabens pelo blog! gostei da foto, vc que tirou??
já add no meu favoritos! ;)
abraço!